Os Campos de Férias organizados pelo Caerus – projecto oportunidade respondem a uma necessidade identificada pelo Diagnóstico Social concelhio desde 2007. 

 

 

Importa também salientar que vários relatórios e estudos internacionais, nomeadamente um relatório lançado pelo Comité Português para a UNICEF, referem que as crianças são o grupo etário em maior risco de pobreza em Portugal. A partir de 2010, a situação tem vindo a agravar-se com a adoção de medidas de austeridade, que têm impacto direto no bem-estar das crianças ao nível da saúde e educação e dos apoios sociais às famílias, especialmente às mais carenciadas. Assim sendo, os campos de férias surgem também como uma resposta a esta realidade de pobreza infantil registada em Portugal. 

 É no âmbito da REDE CONCELHIA DE INTERVENÇÃO PARENTAL que este ano o projecto Caerus organiza o Campo de Férias em parceria com a Junta de Freguesia de Várzea, Aliviada e Folhada, numa resposta às necessidades apresentadas pela Rede Social e com o objetivo de partilhar boas práticas de desenvolvimento de respostas sociais adequadas e sustentáveis no futuro, possibilitando também uma maior participação de crianças e jovens.

Esta área geográfica do concelho já havia sido identificada pela CPCJ e pela Rede Social. Este ano, com o apoio das autarquias locais, será possível integrar crianças e jovens dessas localidades. As crianças que participam nestes campos de férias estão isentas de qualquer taxa de inscrição. O município de Marco de Canaveses apoia os campos de férias na disponibilização de serviços e equipamentos, dos quais se destacam as piscinas municipais e autocarro para visitas de estudo dentro e fora do concelho.

 Os Campos de Férias realizam-se entre 5 de julho e 12 de agosto, nas instalações da EB1 da Corredoura, estando orientado para 2 grupos etários: de 5 a 29 de julho destina-se a crianças dos 6 aos 10 anos; de 1 a 12 de agosto direciona-se para jovens dos 11 aos 15 anos. As atividades do Campo de Férias são organizadas tendo como tema central os Direitos Humanos, contribuindo, desta forma, para um maior desenvolvimento pessoal das crianças e jovens. As estratégias educativas e pedagógicas traduzir-se-ão em diferentes atividades, que por sua vez privilegiam metodologias lúdicas e participativas, tais como: dinâmicas de grupo; jogos; visitas ao exterior; passeios; atividades desportivas, de educação ambiental, expressão dramática, musical e plástica; experiências científicas, entre outras.

 Importa ainda referir que o projecto Caerus ao longo de 2016 prestou apoio técnico aos seus parceiros ao nível do processo de licenciamento, no sentido da autonomização das entidades organizadoras. O licenciamento do Campo de Férias constitui-se assim como um avanço em termos de qualidade dos serviços prestados à comunidade. Para além disso, a Câmara Municipal, numa aposta na formação técnica dos dirigentes associativos, associou-se à Associação das Coletividades, apoiando a realização de uma formação certificada em animadores de campos de férias, que está prevista para o mês de outubro.

O Caerus – projecto oportunidade acredita que esta formação é mais um contributo para a estratégia que associa campos de férias licenciados e técnicos com formação específica, envolvendo as coletividades.

Go to top