Programa COOPJOVEM apresentado em Marco de Canaveses no próximo dia 17 de Janeiro

Programa de apoio ao empreendedorismo cooperativo prevê financiamento de novas cooperativas e será apresentado no Espaço Municipal da Juventude de Marco de Canaveses no próximo dia 17 de janeiro às 10h.

O Caerus – Projecto Oportunidade em parceria com a Câmara Municipal de Marco de Canaveses e a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) vai organizar uma sessão de divulgação do programa COOPJOVEM no Espaço Municipal de Marco de Canaveses no próximo dia 17 de janeiro às 10 horas.

Esta sessão terá como propósito promover o programa COOPJOVEM e os apoios que o mesmo prevê para apoiar a criação de emprego pela via do empreendedorismo cooperativo. O programa COOPJOVEM é executado pela CASES em território nacional e compreende um orçamento total de 15 milhões de euros para apoiar 2700 jovens até 2018. Este programa está orientado para o financiamento de uma fase inicial de desenvolvimento da ideia e modelo de cooperativa que, após avaliação, permite o acesso a um financiamento que pode ir até aos 15000 para instalação e abertura da cooperativa.

O programa COOPJOVEM está especialmente orientado para jovens NEET – que não estão desempregados e não se encontram a frequentar formação ou a estagiar – mas permite a participação de outros públicos como forma de valorizar e conferir maior solidez ao projeto.

Para o presente ano estão previstas diversas fases de candidatura ao COOPJOVEM, sendo possível apresentar candidaturas até ao próximo dia 28 de fevereiro através do endereço http://www.cases.pt/programas/coopjovem . O Caerus - Projecto Oportunidade disponibiliza apoio técnico ao processo de submissão de candidatura.

A sessão de divulgação enquadra-se no plano de ação do CLDS 3G, localmente designado de Caerus – Projecto Oportunidade, cuja execução é da responsabilidade da Fundação Santo António, que prevê, no âmbito do Eixo 1 – Emprego, Formação e Qualificação, a realização de sessões de informação sobre medidas de apoio à criação do próprio emprego em parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional, IP. O programa CLDS 3G é financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) no âmbito do Portugal 2020 e monitorizado pelo Instituto da Segurança Social (ISS,IP).

Go to top